EDITORA

O QUE SEGURA AS NUVENS DO CÉU?

O QUE SEGURA AS NUVENS DO CÉU?

CIRILO & O QUE SEGURA AS NUVENS DO C

CIRILO & O QUE SEGURA AS NUVENS DO C

CIDADE DA BISA & TSURIDODÔ

CIDADE DA BISA & TSURIDODÔ

CIRILO

CIRILO

MALA SEM ALÇA

MALA SEM ALÇA

RATOFREDO

RATOFREDO

LEPEQUECO

LEPEQUECO

A literatura infantil divide-se em dois momentos: a escrita e a lendária. 

A lendária nasceu da necessidade que tinham as mães de se comunicarem com seus filhos, de contar coisas que os rodeavam, sendo estas apenas contadas, não sendo registradas por escrito. 

Os primeiros livros infantis surgiram no século XVII, quando as escritas das histórias contadas oralmente.

 

Foram obras de fundo satírico, concebidas por intelectuais que lutavam contra a opressão para estigmatizar e condenar usos, costumes e personagens que oprimiam o povo.

 

Os autores, para não serem atingidos pela força do despotismo,

foram obrigados a esconder suas intenções sob um manto fantasioso (Cademartori, 1994)

O início da literatura infantil pode ser marcado com Perrault, entre os anos de 1628 e 1703, com os livros "Mãe Gansa", "O Gato de BarbaAzul", "Cinderela", "AGata Borralheira", " O Gato de Botas" e outros. Depois disso, apareceram os seguintes escritores: Anderson, Collodi,

Irmãos Grimm, Leis Carrol, Bush.

 

No Brasil, a literatura infantil pode ser marcada com o livre de Anderson "O Patinho Feio", no século XX.

Após surgiu Monteiro Lobato, com seu primeiro livro "Narizinho Arrebitado" e, mais adiante, muitos outros que até hoje cativam milhares de crianças, despertando o gosto e o prazer de ler ( Cademartori, 1994).

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Google+ - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Pinterest - Black Circle
  • Instagram - Black Circle